• Timer em 2s

Quem nunca foi bater uma foto e percebeu que estava no timer quando disparou? Essa dica eu percebi sem querer quando fui tirar uma foto em um ambiente escuro, e consegui estabilizar melhor a câmera me preparando para o disparo. Você pode controlar a respiração, ou simplesmente segurar a câmera com mais firmeza contra o rosto. Faz toda a diferença e evita aquele movimento do dedo apertando o botão e voltando na hora do disparo.

  • Aumente o ISO

Os sensores das câmeras DSLR estão melhorando a cada dia. Se você tem uma full frame, melhor ainda! Não fique na dúvida quando estiver escuro e seu fotômetro não equilibrar: aumente o ISO! Tome apenas cuidado para não o colocar em níveis literalmente astronômicos. Mantenha entre 800 e 1600, dependendo do seu equipamento. Para casos extremos, chegue a 3200.

  • Prioridade de Velocidade (1/60)

Fotografar no automático no escuro pode não ser uma boa ideia. A câmera vai jogar seu ISO lá nas alturas, e sua foto pode ficar super granulada. O tempo de exposição de 1/60 praticamente garante que você não vai tremer a foto, principalmente se o seu assunto estiver quietinho (não vale para crianças correndo, brincando, carros em movimento, etc). Coloque o modo de prioridade de velocidade da câmera em 1/60, ou 1/50 ou 1/40 se você for uma verdadeira rocha e estiver em grande angular. Tire o ISO do automático e coloque em 800 ou 1600. Dispare.

  • Fotografe RAW!

Nessas horas eu amo a pessoa que inventou o formato RAW. Você pode operar verdadeiras maravilhas no pós-processamento, mesmo fotografando em condições de iluminação ruins. Eu já consegui pelo menos de 1,5 a 2 stops de compensação de exposição sem estragar a foto, editando-a no Lightroom. Então, não esqueça de fotografar SEMPRE em RAW para você ter essa liberdade depois. Preocupe-se com a composição, e dispare. Não perca a sua foto!

  • Cadarço do Tênis? Sim!

Esse macete é bastante legal, principalmente se você não tiver mais recursos. Tire o cadarço do tênis, amarre uma ponta na sua câmera e a outra segure-a pisando com força. Faça força puxando sua câmera para cima, como se você estivesse tentando soltar a ponta que está debaixo do seu tênis. Você vai notar que ela vai ficar mais firme (pelo menos no eixo vertical). Se você puder combinar essa técnica colando o rosto na câmera com o cadarço esticado, a estabilização fica melhor ainda.

Quer saber mais? Dá uma olhada no nosso vídeo!

Abraços!

 

 

Comment