Olá, pessoal! Belezinha? Hoje quero falar com vocês sobre valores, sobre grana. Quanto você cobra pelos serviços fotográficos que você faz? Só para você ter noção, existem fotógrafos cobrando de 20 a 30 mil em uma festa de casamento, e outros, valores insondáveis para fazer ensaios em locais paradisíacos.

Sonhou acordado aí?

Faz o seguinte: vamos fazer uma brincadeira. Para cada SIM que você responder na pergunta você vai ganhar um ponto. Esse ponto depois você vai poder converter em dinheiro para você cobrar mais nos seus serviços. Vamos começar?

1. Você tem o desejo de se atualizar e estar por dentro das melhores técnicas?

É isso aí: estamos em constante aprendizado. Queira ou não, sempre vão aparecer novas técnicas para melhorar o seu workflow, novidades em softwares, novas idéias. Curso online? Livros? Workshops? Isso custa dinheiro. E aí? Sim, ou Não?

2. Você já tem ou tem o desejo de ter os melhores equipamentos e acessórios para seus serviços?

Essa é fácil. Se você quer melhorar seus equipamentos e acessórios, ou então já tem um equipamento de ponta com acessórios para realizar os seus serviços, responda SIM. Essas coisas custam MUITO dinheiro, e nem sempre as pessoas que estão contratando sabem isso.

3. Você deseja ter um portfólio impecável e clientes que falem bem do seu trabalho?

Essa pode parecer difícil, mas não é. Quanto mais trabalho você faz, talvez você caia na armadilha de não caprichar o suficiente. Não é nem por que você não é uma pessoa aplicada, mas por que você não vai ter TEMPO. E então, seu portfólio começa a ficar abandonado naquele site mais ou menos, ou então com aquelas fotos apenas... boas. Fora isso, clientes que pagam mais, normalmente vão ter mais dedicação na hora de fazer as fotos (maquiagem, roupas, enfeites, paciência, etc.), e consequentemente seu trabalho vai facilitar e você terá fotos melhores.

4. Você investe em divulgação online ou física dos seus serviços?

Sim? Ótimo! Já deveria estar cobrando melhor. Não? Deveria estar fazendo. Hoje estamos em uma época riquíssima de oportunidades de divulgação: Facebook, Instagram, dezenas de sites de casamento por aí, revistas, etc. E adivinha? Isso vai custar dinheiro também.

5. Você personaliza seu serviço e oferece sempre mais?

Você é aquele cara que entrega só um CD com as fotos, ou dá quase um presente ao cliente, com bombons, brindes, marca um almoço, recepciona com um lanche? Não se engane, eu falo isso até para as pessoas que um dia já compraram serviços assim: TUDO está incluído no valor. A diferença é a PERCEPÇÃO de valor. Se você cobra 500 e entrega um CD ou cobra 800 e entrega um pen-drive numa caixinha bonita com uma cesta de bombons, a diferença é que você gastou 100 reais e ganhou não só 300, mas também a simpatia, respeito e a atenção do cliente.

6. Você edita as suas fotos com a qualidade de grandes fotógrafos do mercado?

Cara... esse aqui é tenso se você não estiver pelo menos TENTANDO fazer. Obviamente você não vai virar um expert da noite para o dia, mas já vi pessoas que entregam 1000, 2000 fotos... sem editar. Esse é o tipo de serviço que eu nem quero pensar em prestar. Faça mais com menos: entregue as fotos tops e bem editadas. Vai fazer TODA a diferença.

7. Você prefere qualidade à quantidade?

Esse é polêmico. Existe mercado para tudo! Se você é fotógrafo e quer ganhar pela quantidade, você pode optar, mas vai precisar de uma equipe grande e confiável, senão vai cair a qualidade. Se você quer qualidade... bem aí é aquilo que já falamos: qualidade custa. Edição das fotos, atenção ao cliente, personalização... pode completar a lista!

8. Você já está há mais de 5 anos no mercado?

Bem, vamos dar um refresco. De repente você está começando agora e quer se inserir no mercado cobrando menos. Sem problemas! O problema está em você não sair desse ciclo vicioso. Vai por mim: a tendência é até que você DIMINUA os preços com o tempo, por conta da velha conversa: "está difícil arrumar clientes". E aí você vai piorando os serviços e cobrando menos ainda. O movimento é o contrário. Veja a economia brasileira... talvez você pague hoje de 50 a 100% mais por alguns serviços e produtos do que há 5 anos. Triste? É apenas o jogo.

9. Você fotografa para viver ou algum dia pretende fazer isso?

Isso é um sonho que muitos (incluindo eu) tem. E você? Quer um dia viver de fotografia? Já viu quanto custa a sua vida? Se você parar por uns 30 segundos e pensar nisso, você vai descobrir quanto você vai ter que fazer em ensaios, casamentos e etc para sustentar suas compras de mercado, iphone, viagens... E aí? Deu barato ou caro? É... eu imaginei.

E aí quantos pontos você fez?

Agora, a pergunta final:

Quanto você acha que você vale? Talvez seja um contra-senso mas quanto mais barato, mais concorrência. Todo mundo hoje ganha uma câmera DSLR de natal. Será que você quer ser mais um na multidão e concorrer com 80% das pessoas que prestam um serviço até mais barato que o seu? Ou você quer entrar no seleto nicho dos 20%, fazendo um serviço bom com um preço justo? A escolha é sua... Quanto vale a sua fotografia?

 

Comment