Época: Novembro a começo de Abril

1. Parque Nacional Tierra del Fuego – Ushuaia

Dificuldade: Muito Fácil, Quando: Durante o dia

O Parque Nacional Tierra del Fuego é a porta de entrada para quem quer fotografar paisagens maravilhosas sem muito esforço. As trilhas são fáceis, o acesso é rápido, próximo à cidade e as fotografias, belas. Aqui você pode ousar nas fotografias de montanha e das belíssimas flores da primavera, além das águas cristalinas.

2. Laguna Esmeralda – Ushuaia

Dificuldade: Fácil, Quando: Durante o dia

A Laguna Esmeralda fica um pouco mais para fora de Ushuaia, mas é uma opção fácil para quem gosta de trilhas e fotografias variadas. A caminhada não é tão puxada e você pode aproveitar os bosques, cachoeiras e no final a belíssima Laguna, que tem cor de Esmeralda (meio obvio, não?) para fazer fotografias de reflexos ou até mesmo acampar para umas astrofotografias!

3. Laguna de Los Tempanos – Ushuaia

Dificuldade: Média, Quando: Durante o dia

Essa aqui é um pouquinho mais puxada, mas vale a pena. O caminho é ascendente quase o tempo todo, e geralmente está lotado de lama e terreno desnivelado. Vá preparado para levar o dia todo. A Laguna de los Tempanos é a mais bela de Ushuaia, e você ainda leva de brinde a vista das cavernas de gelo lá em cima. Não caminhe nas cavernas sobre as estruturas congeladas nem entre sem um guia preparado!

4. Ruta 40 – El Calafate/El Chaltén

Dificuldade: Muito Fácil, Quando: por-do-sol

É o caminho natural até El Chaltén saindo da cidade de El Calafate. A viagem dura em torno de duas horas, então, planeje-se para chegar lá próximo ao horário do por-do-sol para você ver um dos maiores espetáculos da terra, ainda na estrada. Aproveite os carros, a pista e a paisagem erma para compor com as montanhas. Sensacional!

5. Fitz Roy e Cerro Torre – El Chaltén

Dificuldade: Muito Fácil, Quando: Nascer e por-do-sol

A paisagem característica da pequena cidade é a grande cordilheira que engloba o Fitz Roy e o Cerro Torre. O melhor é que você pode fotografar esses monumentos naturais apenas indo para o mirante a alguns quilômetros da entrada da cidade. Escolha o nascer ou o por-do-sol para fazer fotografias panorâmicas e zoom das montanhas com suas nuvens, quase constantes, sobre os cumes.

6. Laguna de Los Três – El Chaltén

Dificuldade: Difícil, Quando: Variável

 A trilha até o acampamento Poincenot é bastante tranquila e você pode inclusive fazê-la pelo outro lado, menos popular, da Hosteria Pilar. As paisagens e mirantes são belíssimos, rendendo várias fotos. Do acampamento Poincenot até a Laguna de Los Três, você vai fazer uma trilha BEM cansativa. Se você estiver em dia com a academia, ótimo. Senão, vá com calma, parando e descansando e leve bastante água e alguma comida energética. Ao chegar lá em cima, tudo vai valer a pena!

7. Parque Nacional Torres del Paine (Chile)

Dificuldade: Variável, Quando: Nascer e por-do-sol

Eu poderia fazer um vídeo inteiro só para falar do Torres del Paine. As fotos de lá são incríveis, e os cenários, cada um melhor que o outro. Não faça bate e volta aqui, se quiser fotografar momentos únicos. Reserve pelo menos 3 noites para ficar no parque para pegar as horas mágicas, e se puder reserve pelo menos uma noite na Hosteria Pehoé. Os mirantes lá são espetaculares e você vai praticamente dormir no lugar onde você precisa fotografar. Mais tranquilo, impossível.

Comment