E aí pessoal! Estamos de volta da nossa viagem e trouxemos alguns “presentinhos” para melhorar nossas fotografias. Um deles é essa lente da Sigma, que está sendo bastante falada por aí, e eu, que buscava uma tele para fotografar vida selvagem, natureza e paisagens fiquei bastante empolgado. Vamos ver se ela atende mesmo ao que ela veio?

1. Preço

Comparada com as outras concorrentes, a Sigma 150-600 C tem um valor bastante atraente. Em torno de 990 dólares, para uma tele com esse alcance brutal, achei uma pechincha. A Tamron tem uma lente na mesma linha, um pouco mais barata, mas pelo que li de outras opiniões de fotógrafos internacionais, resolvi pegar a Sigma por cem dólares a mais. Se eu comparar essa lente com outras da Canon, por exemplo, ela ganha em preço, por muito. Então, nesse tópico essa lente já sai com uma vantagem sobre as outras. Ponto para a Sigma.

2. Peso e portabilidade

Apenas a lente são quase dois quilos. Não é leve. E além disso, ela mede 26 centímetros, ou seja não é nada portátil, principalmente para você viajante mochileiro. Agora, considerando as funcionalidades que ela traz, não há grandes alternativas. Qualquer lente super telezoom como essa, é pesada e longa. Então, sim, isso é um problema, mas não comparado a outras lentes concorrentes. Se você quer teles para fotografia de paisagens e natureza e não quer carregar peso, há algumas opções que chegam no máximo a 300mm. Para 600mm, realmente ainda não vi nada muito melhor.

3. Funcionalidades e uso em campo

Eu gostei muito do resultado da Sigma 150-600mm em campo. As pessoas as vezes pensam: “Ah, é Sigma... será que é bom?” Na boa, galera. Esqueçam isso. A Sigma, Tamron, e até outras marcas emergentes com a Rokinon/Samyang já estão produzindo lentes de deixar as Canon, Nikon e Sony no chinelo. Pensei muito antes de comprar, mas não me arrependi nada. Foco rápido e nítido, mesmo em 600mm. Qualidade das peças por fora: maravilhosa. Bonita e imponente. Ainda tem opções para travar o zoom em 150mm, foco manual e automático, configuração de perfis (ainda não usei). Anéis de foco e zoom deslizantes e funcionais. O bokeh, mesmo com f/6.3 é muito bonito, quando você pega o assunto à distância. Se querem ver por si só, confiram a seguir:

4. Com o que eu devo tomar cuidado?

Se for usar com grande distância focal, à mão livre, use em um tempo de exposição bem curto. Principalmente se for fotografar assuntos em movimento. Minhas fotos ficaram bem nítidas em 1/1000 e 1/2000 e f/6.3 que é o que a câmera oferece em 600mm. Pode aumentar o ISO. É melhor do que borrar a foto. Outra coisa é: Não apoie a câmera no tripé com ela pendurada, use o colar para apoiá-la no tripé. Afinal de contas você não vai querer dois quilos forçando o encaixe da sua câmera na lente.

5. Conclusões

Em suma eu achei a lente fantástica. Sempre gostei de fotos de vida selvagem e natureza e agora me sinto pronto para fazer cliques muito melhores com ela. Para paisagens ela também é maravilhosa, principalmente para detalhes e fotografias à distância onde raramente conseguem-se imagens com grandes detalhes. Custo-benefício excelente, comparada com as concorrentes. Só prepare-se para levar um pouco mais de peso na mochila (e no braço) se quiser explorar esse novo mundo!

Abraços! Até mais!

Comment