Olá, pessoal! O assunto hoje é sobre algo que para mim foi a grande virada de mesa para uma fotografia melhor: O domínio da Teoria das Cores e Iluminação. Essas duas disciplinas são fundamentais, não só na fotografia, mas nas artes em geral e vão fazer você entender por quê algumas imagens tem um grande impacto e outras nem tanto.

Vamos começar pelas cores?

Para o fotógrafo alçar voos maiores na sua arte, é necessário entender como as cores, assim como a composição, afetam a nossa mente. Cada cor traz uma sensação, e assim sendo, é natural que combine com a composição e com a iluminação para dar profundidade à uma foto. No disco das cores, podemos perceber que o amarelo e o vermelho são cores muito mais quentes, e o azul e violeta cores mais frias.

Imagine aquele por do sol, maravilhoso, com uma cor azul? Ou verde? Não funciona, não é mesmo? Sendo assim, temos que saber combinar essas cores adequadamente em nosso frame para trazer a sensação certa ao nosso observador. Calor, frio, isolamento, energia, tranquilidade... esses são alguns exemplos do que podemos fazer combinando essas cores.

Mas como falamos, mais importante que as cores sozinhas é a combinação delas com o panorama geral. Já perceberam que existem fotos onde a composição e a iluminação são ótimas, mas quando olhamos... Nah...! Então. Existem algumas combinações de cores que podem trazer sensações bem interessantes, dependendo da sua composição.

Bem, mas o que seriam das cores se não fosse a luz? Afinal de contas, as cores não passam da luz em frequências diferentes. Por isso, também temos os conceitos de saturação, luminância, sombra e tons, que são aquelas barrinhas todas que vemos na edição das imagens. Não vamos nos aprofundar muito nesse assunto hoje, mas devemos saber que essas variáveis são muito importantes para balancear a imagem, dependendo da qualidade da luz e da sensação a transmitir. Perceba que uma imagem dessaturada parece muito mais melancólica que uma imagem saturada, cheia de energia.

Aproveitando que estamos falando de luz, quero trazer a vocês mais um conceito super importante. Já percebeu, que em muitas imagens há pontos mais claros e outros bem mais escuros? Então... Isso é totalmente natural, e até mesmo benéfico. Nossos olhos tendem a correr para onde é mais claro, que é o foco da nossa atenção. Em alguns casos, onde a foto é totalmente clara, pode-se utilizar o escuro também para chamar a atenção.

O claro e o escuro servem para chamar ou esconder a atenção em algo na foto. Algumas fotos, onde a luz é totalmente distribuída pelo frame em meios-tons e claros, passam a ter muitos focos de atenção e confundem um pouco o observador.

Nas minhas imagens, eu tento seguir essa estratégia, principalmente no pós-processamento. Como eu posso reforçar a iluminação no meu assunto e tirar a atenção de coisas periféricas, sem excluí-las completamente? Note que essa estratégia também é muito usada quando você utiliza aquela lente para embaçar o fundo e destacar o seu assunto. Muda-se a forma, mas na essência, é a mesma coisa.

Bem, pessoal, espero que tenham gostado! Entender as cores e as luzes é fundamental para fazer uma boa fotografia, e nosso objetivo hoje foi fazer você chegar mais perto de representar bem a sua arte! Sigam a gente no face e no instagram para conferir um pouco do nosso trabalho e não esqueçam de compartilhar e curtir se vocês acharam útil!

Um grande abraço! Tchau!

Comment