Viewing entries in
Fotografia

Comment

5 erros que você pode estar cometendo fotografando casamentos e ensaios

Nada como já ter alguém que cometeu alguns erros para poder ensinar, sem que você tenha que passar por toda a dor, não é mesmo? Nesse post eu vou falar sobre 5 erros mais comuns, que já sofri na pele, ou vi outros fotógrafos cometerem fotografando ensaios e casamentos. Então... lá vai!

  • Não dominar o seu equipamento

Equipamento é crítico. Não adianta você sair por aí com um monte de penduricalhos (flash, lentes, cinto com três câmeras) se você não consegue dar conta das configurações da sua câmera principal. Menos é mais! Opte pela versatilidade e escolha a lente certa, a câmera certa e algum acessório essencial. Troque, se você tiver uma situação bem peculiar.

Lembre-se sempre de que se você dá conta do recado sem aquele adereço especial, provavelmente você não vai usá-lo no calor da batalha.

  • Não levar memória suficiente (ou usar pouca memória)

Espero que não aconteça com vocês, por que quando eu comecei, já cometi esse erro crasso. Quando você está no meio do seu trabalho, tenha certeza que você tem memória suficiente para não ser atrapalhado por aquela mensagenzinha dos infernos: "Full Space". E vai por mim: na maioria das vezes isso vai te pegar no momento certo (ou errado) para te atrapalhar de verdade. Isso quando você não esquece as memórias em casa, ou o cartão está cheio com outros trabalhos (e sem backup!).

Repense. Compre um cardzinho com bastante espaço. O cartão de memória é o rolo do seu filme!

  • Querer fotografar sempre no manual

Ainda tem algumas pessoas que teimam comigo que o melhor fotógrafo é aquele que usa o modo manual com uma mão amarrada nas costas. Na boa, esquece isso, vai, para o seu próprio bem! Muitos fotógrafos famosíssimos de casamento e esportes tiram 90% das fotos em modos de prioridade de abertura ou velocidade.

Adivinha? Eles estão preocupados com a ação! Se você não está em um ambiente controlado, as vezes é melhor deixar a câmera trabalhar um pouco para você ficar com a parte que ela não sabe fazer sozinha: composição e timing!

  • Não estar ousando o suficiente

Se você está com vergonha de se infiltrar no meio da ação, ainda pergunta tudo para as pessoas antes de fazer as fotos, está com medo de passar por trás do padre ou do altar por alguma superstição, é melhor você dar um "reset". Você, depois da noiva e do noivo, provavelmente é o cara mais importante da festa (pelo menos para eles). Pode ver... até se faltar um padrinho, dá-se um jeito, mas se faltar o fotógrafo, o mundo cai!

Não tenha medo de ousar, com limites e educação. Converse, peça permissão, mas se imponha. Afinal de contas, depois todas as lembranças vão ser exatamente o que VOCÊ estava vendo, e transformando no álbum da festa.

  • Não estar cobrando o valor correto

Esse é um ponto extremamente sério e polêmico, também. Dá para fazer um outro post só sobre isso! Atualmente o mercado está lotado de fotógrafos que cobram muito barato para fazer ensaios e casamentos, mas infelizmente não prestam um serviço muito bom. Sinceramente? Isso não afeta aqueles que já cobram um valor justo e prestam um serviço de qualidade. Sabe por que? A faixa deles é outra. Uma pessoa com recursos que faz um casamento de novela e uma festa de arromba não vai contratar um fotógrafo barato. Da mesma forma, uma pessoa que vai fazer um casório mais simples não vai contratar o fotógrafo nº 1 do mundo.

Minha dica é: Defina o seu nicho, e com isso o quanto você vale. Já vi até pessoas se gabarem que contrataram fotógrafos caros! Depois justifique isso com um serviço personalizado, de qualidade, que o seu cliente vai ser sentir amado.

Comment

Comment

Lightroom Parte I - Organizando e Classificando as fotos

Olá, galera!

Organizar as fotos é fundamental para o fotógrafo, vocês não acham? Imagina só vocês procurarem por um ensaio, ou uma foto campeã que vocês tiraram e não achar por quê ela está perdida nas profundezas do seu HD?

Então. Vamos aprender um pouco como fazer isso usando o Adobe Lightroom? Clica aí embaixo!

Abraços!

Comment

Comment

5 dicas para fotografar melhor em ambientes de pouca luz

  • Timer em 2s

Quem nunca foi bater uma foto e percebeu que estava no timer quando disparou? Essa dica eu percebi sem querer quando fui tirar uma foto em um ambiente escuro, e consegui estabilizar melhor a câmera me preparando para o disparo. Você pode controlar a respiração, ou simplesmente segurar a câmera com mais firmeza contra o rosto. Faz toda a diferença e evita aquele movimento do dedo apertando o botão e voltando na hora do disparo.

  • Aumente o ISO

Os sensores das câmeras DSLR estão melhorando a cada dia. Se você tem uma full frame, melhor ainda! Não fique na dúvida quando estiver escuro e seu fotômetro não equilibrar: aumente o ISO! Tome apenas cuidado para não o colocar em níveis literalmente astronômicos. Mantenha entre 800 e 1600, dependendo do seu equipamento. Para casos extremos, chegue a 3200.

  • Prioridade de Velocidade (1/60)

Fotografar no automático no escuro pode não ser uma boa ideia. A câmera vai jogar seu ISO lá nas alturas, e sua foto pode ficar super granulada. O tempo de exposição de 1/60 praticamente garante que você não vai tremer a foto, principalmente se o seu assunto estiver quietinho (não vale para crianças correndo, brincando, carros em movimento, etc). Coloque o modo de prioridade de velocidade da câmera em 1/60, ou 1/50 ou 1/40 se você for uma verdadeira rocha e estiver em grande angular. Tire o ISO do automático e coloque em 800 ou 1600. Dispare.

  • Fotografe RAW!

Nessas horas eu amo a pessoa que inventou o formato RAW. Você pode operar verdadeiras maravilhas no pós-processamento, mesmo fotografando em condições de iluminação ruins. Eu já consegui pelo menos de 1,5 a 2 stops de compensação de exposição sem estragar a foto, editando-a no Lightroom. Então, não esqueça de fotografar SEMPRE em RAW para você ter essa liberdade depois. Preocupe-se com a composição, e dispare. Não perca a sua foto!

  • Cadarço do Tênis? Sim!

Esse macete é bastante legal, principalmente se você não tiver mais recursos. Tire o cadarço do tênis, amarre uma ponta na sua câmera e a outra segure-a pisando com força. Faça força puxando sua câmera para cima, como se você estivesse tentando soltar a ponta que está debaixo do seu tênis. Você vai notar que ela vai ficar mais firme (pelo menos no eixo vertical). Se você puder combinar essa técnica colando o rosto na câmera com o cadarço esticado, a estabilização fica melhor ainda.

Quer saber mais? Dá uma olhada no nosso vídeo!

Abraços!

 

 

Comment

Comment

Minhas lentes para fotografia de paisagens

Não é novidade que minha especialidade são as fotografias de paisagens e viagens. Mas, quais as lentes que eu uso nas minhas aventuras? Qual é a mais indicada para um determinado registro, e qual a mais versátil?

Confiram!

Comment

Comment

Edição de Fotos com o Color Efex da Nik Collection

Olá pessoal! Tranquilo?

Já é de conhecimento geral que a Google liberou o pacotão Nik Collection para edição de fotos gratuitamente. Eu sempre quis comprá-lo, mas quando vi que estava liberado não esperei dez segundos para baixar! :)

Mas, agora, com o software instalado, como tirar o máximo dele? Já andei vendo uns tutoriais na rede, e agora, trago para vocês meus filtros favoritos!

Dá uma conferida aí!

Comment

Comment

Astrofotografia: Segredos e dicas para registrar um céu estrelado

Olá, Amigos!

Não é por que a noite caiu que você vai deixar de tirar aquelas fotos maravilhosas, não é mesmo? Eu particularmente acho sensacionais as fotografias noturnas de céus estrelados, da via láctea e dos astros celestes.

Que tal aprender um pouquinho conosco, então? Astrofotografia em alguns minutinhos, só aqui! :)

http://www.fotografia-dg.com/segredos-e-dicas-para-registrar-um-ceu-estrelado/

Comment

Comment

Fotografia de Paisagem: O que você deve saber antes de viajar

E aí pessoal? Beleza?

Já sabemos que antes de viajar sempre bate aquela incerteza e ansiedade, principalmente quando você vai fotografar lugares maravilhosos. Mas, quer saber o que você pode fazer para dar aquela checada no que você deve fazer para caprichar nas imagens? Dá uma clicada no nosso artigo!

Um abraço!

http://www.fotografia-dg.com/fotografia-de-paisagem-o-que-voce-deve-saber-antes-de-viajar/

Comment

Comment

10 dicas fundamentais de composição na fotografia – Parte I

Olá galera! Tudo bem?

Estamos escrevendo bastante sobre fotografia com uma parceria bem legal com o renomado Fotografia DG! Nada mais justo do que compartilhar com vocês um pouco desse conhecimento, não é?

Além dos nossos artigos normais, vamos postar aqui os links para lá e nosso vídeo do YouTube correspondente ao tutorial. Beleza?

Nesse artigo vamos ensinar a vocês a fazer aquela composição campeã, usando alguns conceitos básicos. Então, clica aí e não perca! :)

10 dicas fundamentais de composição na fotografia - Parte I

Comment

Dez dias nos fiordes e montanhas da Noruega

Comment

Dez dias nos fiordes e montanhas da Noruega

Olá Pessoal! Como tem passado? Espero que muito bem!

Vocês já viram a primeira parte da nossa viagem ao redor da Islândia e suas estradas e paisagens magníficas. Porém, agora vamos divulgar para vocês a segunda parte dela, e será mais ou menos com a mesma filosofia, mas na belíssima Noruega.

Para começar, essa Road Trip não iria acontecer. O planejado para a segunda parte do nosso roteiro seria conhecer algumas cidades principais da Terra do Bacalhau pelo mar. Deixa eu explicar melhor: Iriamos pegar um cruzeiro na Alemanha e fazer um tour pelo Mar do Norte dado aquela relaxada, mas graças a Deus, deu tudo errado.

No dia que iriamos comprar as cabines, elas aumentaram de preço significativamente. Sabe como é: para viajar mais, com recursos limitados, é melhor gastar menos. A grande surpresa foi constatar que uma viagem de carro pelos Fiordes e montanhas da Noruega, durante mais dias, ficaria mais barato que o próprio cruzeiro. Lembra que eu falei uma vez que se algo deu errado, isso é um bom sinal? Então... mais aventuras!

Nosso roteiro de dez dias foi bastante complicado de planejar, mas não se assustem: foi apenas para um marinheiro de primeira viagem. Agora que o caminho já está mastigadinho, vocês podem se basear nele para pegar as grandes atrações dessa maravilhosa terra nórdica:

Dia 1 (12/5) - Oslo a Lillehammer:

Nesse primeiro dia não tem mistério. Não será um dia para fotografias de paisagem grandiosas. Descemos em Oslo, e vamos de carro direto para Lillehammer, a cidade nórdica das olimpíadas de Inverno. Vamos rodar um pouco por lá para ver as atrações e descansar, já que também somos filhos de Deus.

Dia 2 (13/5) - Lillehammer a Hjerkinn:

Agora a coisa começa a esquentar (ou esfriar na verdade)! A nossa escala antes de chegar à cidade de Hjerkinn é o grandioso Parque Nacional de Jotunheimen. Vamos procurar por lugares para tirar fotos de paisagens, e se o clima permitir, subir pela trilha até a Besseggen Ridge que é uma das vistas mais impressionantes da Noruega. Na volta, vamos contornar o Parque Nacional de Rondane, que faz parte de uma das dezoito nasjonaleturistveger (estradas turísticas nacionais) do país.

Dia 3 (14/5) - Hjerkinn a Molde:

Mais atrações impressionantes à vista. Hoje será o dia de atingir a parte mais ao norte da nossa viagem, seguindo até a cidade de Kristiansund e explorando o trajeto até lá, passando por Innerdalen. Ao final do dia, antes de chegar a Molde, iremos percorrer a mundialmente famosa Estrada do Atlântico (Atlanterhavsveien) também uma das estradas turísticas mais populares da Noruega.

Dia 4 (15/5) - Molde a Olden:

O trajeto hoje vai em grande parte depender da Mãe Natureza para que sigamos o destino pela Trollstigen, a famosa estrada sinuosíssima da Noruega. Essa é considerada uma das estradas mais perigosas do mundo, e só abre normalmente após meados de maio. Dependendo do clima, ela abre passagem para a temporada mais cedo, ou mais tarde, por isso ficaremos de vigília para se necessário mudar os planos. Após encarar as curvas, vamos para Geiranger, curtir os famosos fiordes e vistas espetaculares. Olden será nosso último destino, onde nos hospedaremos em meio às montanhas e lagos gélidos para mais um dia de merecido descanso.

Dia 5 (16/5) - Olden a Nes Gard:

Nosso objetivo hoje é explorar as geleiras e montanhas do interior do sul da Noruega, indo até Briksdalsbre e Fonn. Iremos parar no nosso local de hospedagem em Nes Gard para descansar um pouco no meio do trajeto e ir para Nigardsbreen registrar mais algumas imagens impressionantes da natureza nórdica perto da Golden Hour.

Dia 6 (17/5) - Nes Gard a Flam:

Vamos pegar o caminho maior até Sognefjellet só para curtir as vistas e tirar algumas fotos ainda pela manhã. Este caminho pertence a mais uma das 18 estradas nacionais turísticas da Noruega, e não vai decepcionar nas paisagens. Na volta, iremos até Flam pela Aurlandsfjellet, outra estrada top, também conhecida como “Snow Road”. Vamos ficar ligados nas condições de clima para percorrer essa estrada, já que alguns metros de neve costumam bloquear a estrada durante uma boa parte do ano. Em Flam vamos aproveitar o período prolongado de luz do dia para fotografar mais fiordes e montanhas.

Dia 7 (18/5) - Flam a Roldal:

Bem cedo, vamos fotografar mais paisagens em Flam e em sua cidade vizinha, Undredal. Em direção ao sul, visitaremos o mirante Ringeldalsdammen, próximo à famosa Trolltunga, que infelizmente não estará disponível nessa época para a trilha solo (só no verão). Também faremos questão de ir até o lago Bondhusvatnet para registrar suas incríveis paisagens. Ao final da tarde, vamos até a cidade de Roldal para recarregar as energias e nos preparar para o dia seguinte.

Dia 8 (19/5) - Roldal a Preikestolen:

Neste dia, vamos acordar cedo para ir até os arredores da cidade de Jorpeland e fazer a famosa trilha da Rocha do Púlpito (Preikestolen). Estimamos em torno de quatro horas de caminhada ida e volta, caso o clima permita, e pretendemos fazer a caminhada na parte da tarde. Na volta, dormiremos na cidade de Tau, um pouco mais ao norte, começando nosso retorno em nosso caminho para Oslo.

Dia 9 (20/5) - Tau a Rauland:

No retorno a Oslo, vamos explorar o interior da Noruega, passando pelas estradas ao sul do belíssimo parque de Hardangervidda. Para compensar a caminhada do dia anterior, vamos descansar bastante o restante do dia.

Dia 10 (21/5) - Rauland a Oslo: 

No nosso último dia de aventuras na Noruega, vamos completar nosso caminho até Oslo, pelo sul do Hardangervidda, passando por paisagens de tirar o fôlego em Skinnarbu, Gaustatoppen e da famosa Igreja de Madeira de Heddal. Ao chegar no aeroporto vamos devolver nosso carro e descansar para embarcar bem cedo, na nossa viagem de volta para o Brasil!

Comment